quinta-feira, setembro 24, 2009

A Vestimenta Obrigatória do Maçom

Como todos sabemos, na maioria das ordens, seitas, religiões e afins, usam-se roupas adequadas para os “trabalhos” e na maçonaria não é diferente. Desde os primórdios da antiguidade com os primeiros maçons, uma vestimenta obrigatória foi adotada e é usada até nos dias de hoje, o avental maçônico. É um imagedos símbolos mais importantes da Maçonaria, constituindo, praticamente, a parte principal do traje maçônico. Relembrando as origens operativas da Instituição maçônica, sendo ele o único signo externo do período operativo. A origem desta tradição remonta à maçonaria operativa, quando os maçons eram pedreiros de fato. Nas condições de então essa indumentária era essencial, pois protegia o corpo do obreiro. Sua função era evitar acidentes provocados pelas lascas que se desprendiam ao trabalhar com cinzel e malho as pedras brutas que, depois de prontas, viriam a ser partes da edificação. Ao longo do tempo e de acordo com as particularidades dos diversos ritos, o avental, que originalmente era apenas um retângulo de couro rústico, foi ganhando decorações e detalhes variados, que objetivam retratar frações do simbolismo dos graus.
A verdadeira insígnia do Maçom. É de cor branca, de pele de carneiro ou tecido que a substitua, quadrangular, com 35 cm de altura e 40 cm de largura, com abeta triangular, preso à cintura por um cordão ou fita da cor da orla. Porque essa cordinha que serve para fixar o avental, tem mais um objetivo muito importante, noutros planos, além do plano material. Ela serve como elemento de retenção da força, da energia que é captada por nós nessa corrente que formamos, captada de forma especial quando erguemos nossa mão para o alto.

Exemplos:

imageA abeta levantada – Aprendiz

Existem várias interpretações para isso, algumas exotéricas e outras esotéricas e místicas.
Para o momento vamos nos fixar no significado esotérico.
A explicação esotérica, ou analógica, mais corrente e mais de acordo com a mística maçônica, é a seguinte: acreditava-se, na Antiguidade, que a sede das emoções humanas era o epigástrio (“boca do estômago”); o Avental do Aprendiz estando com a abeta levantada cobriria exatamente essa região. Isso significa que não sabendo ainda trabalhar ele precisa proteger-se, devendo ter o seu epigástrio coberto, para que essas emoções não possam perturbar os trabalhos da Loja e para que não influam, deleteriamente, na espiritualidade das sessões.

image
A abeta Abaixada – Companheiro

Cumprindo o tempo necessário ao seu aperfeiçoamento, o Aprendiz chegará ao grau de Companheiro quando, já mais evoluído e apto a controlar as suas paixões, poderá usar a abeta abaixada.


image Ornamentos no Avental - Mestre Maçom

Companheiros e Mestres, mais espiritualizados que o Aprendiz, usam os seus aventais com a abeta abaixada, o que, em última análise, significa a permanência da matéria feita pelo homem e a abolição do espírito humano que a gerou, contrariando a doutrina maçônica, que mostra a proeminência das qualidades espirituais do homem sobre a sua materialidade.


A Cor do Avental
O Avental branco que o Ir.’. Apr.’. recebe no dia de sua Iniciação, aquela alvura, significa um compromisso moral, isto é, de zelar pela manutenção de sua pureza.
A cor azul, que no céu aparece ao negro da África é a mesma do amarelo da Ásia, do vermelho da América ou do branco da Europa. O ser humano, independente do credo, cor ou raça, tem iguais em si a mesma angústia e as mesmas fraquezas ante o desconhecido, e por isso ergue os olhos para o céu na busca de uma força maior: o mesmo poder que resulta dessa busca, no caso Deus, é conseqüentemente de todos o mesmo Deus e poder.
É desse poder, no caso dos Maçons, o GADU, que um dos seus fundamentos maiores, o “amai-vos uns aos outros” invade como verdade a consciência de todos. Haveria uma cor melhor para simbolizar a fraternidade universal do que o azul do céu?
Dá para compreender agora a razão do axioma de ser unicamente o azul a cor do avental de Mestre e também a ortodoxia do simbolismo universal, a cor da legítima Maçonaria de São Paulo ou dos três graus, independentes de potências ou ritos.

20 comentários:

  1. belissimo trabalho m:.ir:. sou a:.m:.carlos marcelino:. or:.capitao poço (pa)

    ResponderExcluir
  2. Quando pessoas se unem para proporcionar o crescimento, moral, intectual e espiritual, sem causar danos à outros e sim promover a caridade, são merecedoras de no mínimo respeito. Algumas pessoas por desconhecerem algo, tendem a temer ou repudiar. O mais correto é observar as suas obras! O preconceito é causa de muitos conflitos e intolerancia.

    ResponderExcluir
  3. se isso tudo é tão certo como dizem por que esconde, por que tanto misterios. por só escolhem pessoas com um grau diferenciado de instrução.

    ResponderExcluir
  4. O amigo de cima está equivocado, não entra na maçonaria, só pessoas "com graus de instrução diferenciados" tem muitos bem desprovido de nivel superior ou ate mesmo nivel medio, o que vale é o alto nivel moral e um homem livre e de bons costumes... Lá dentro esquece-se dinheiro, cor racial, e diplomas universitarios, sao todos irmaos, separados em algumas sessoes, pelo grau maçônico apenas!, nunca pelo nivel socio economico e cultural

    ResponderExcluir
  5. Por que ainda nos tempos atuais a maçonaria é tão fechada, ou seja, só entra homens após sua aceitação e iniciação?
    Poço participar, sem ser maçon, das sessões "secretas"?
    Por que fazem tanto mistério de que não pode deixar "não-maçons" ter conhecimentos de assuntos das lojas?
    Por que não permite a participação da mulher?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. respondo a sua segunda pergunta, exponha seu desejo a um maçom de uma ordem regular e reconhecida (Grande Oriente do Brasil GOB e Grande Loja do Estado de São Paulo GLESP, por exemplo), e sendo você uma pessoa correta e de bons costumes, e também paciente, após ser avaliado você poderá ser aceito na maçonaria.
      As reuniões em Loja são restritas aos maçons, mas você pode ser convidado a participar das reuniões "Brancas", abertas ao publico, que são realizadas frequentemente nas lojas maçônicas.
      Após você ser aceito na maçonaria você terá sua primeira, e quarta perguntas respondidas.

      Excluir
    2. Caro anónimo, só lhe respondo à ultima pergunta. A Maçonaria dita "regular" (por aqui dizemos tradicional) que é maioritária no continente americano (e países anglo-saxónicos) não permite de fato a iniciação de mulheres. Na Europa Continental (que exclui as ilhas britânicas - Grã-Bretanha e Irlanda) e restantes países do mundo (não anglo-saxónicos) a Maçonaria que é maioritária não tem problema nenhum com a iniciação de Mulheres, ou seja, nós denomina-mo-nos de Liberais e adogmáticos (se bem que alguns gostam de nos pôr o carimbo de "Irregular" quando na realidade só somos "irregulares" aos olhos de uma "pertença Loja mãe" a United Grand Lodge of England a qual não reconhecemos, nem devemos que reconhecer, nem achamos que devamos ter algum tipo de relação).
      Curto e grosso, mesmo Grandes Lojas, Grande Orientes e/ou Ordens (Obediências/Potências na generalidade) que são exclusivamente masculinas reconhecem e apoiam claramente a iniciação e participação de mulheres na Maçonaria.
      No Brasil temos a Federação Portuguesa da Ordem Maçónica Mista Internacional "Le Droit Humain" - O Direito Humano (link para: http://www.droithumain-brasil.org/como-ser-um-macom-do-le-droit-humain/ ) que aceita nas suas colunas homens e mulheres. Saudações .'.Sandro Pires.'.

      Excluir
    3. Nota/Errata: Claro que querida dizer acima: "Federação Brasileira", o equivoco vem de que sou português e pertenço à Federação Portuguesa. :)

      Excluir
  6. porque a maioria dos maçons usam ternos escuros com gravatas vermelhas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. terno escuro com "gravatas vermelhas" constitui o usual "uniforme" dos doutos em direito, ou seja advogados.
      Muitos advogados são maçons.
      sendo sua pergunta o "porque", a vestimenta tradicional dos maçons (que não é gravata vermelha como já disse) a obediência a um padrão de vestimenta constitui a obediência, ou atendimento a recomendação disposta no regulamento da ordem maçônica.

      Excluir
  7. Um anonimo questiona o segredos da maçonaria. Piada ne?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não deve ser Maçon né??? porque se fosse não teria preconceito com a não divulgação da identidade, e não estaria julgando o proximo sem conhecer seus propósitos.

      Excluir
  8. Qual a idade minima para ingressar na maçonaria?

    ResponderExcluir
  9. Ola descupe eu já trabalhei com varias pessoas que dizia ser maço se possivel como auguei pode entra na maçonaria

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Li todos os comentários acima o mais aconselhável, o amigo tiver a vontade e for uma pessoa livre e de bons costumes. Será bem vindo !!! Procure uma loja próxima a vc, existem várias potências no mundo. Maçonaria hoje não é secreta e sim diacreta, pq não saímos falando as nossas ações pq quem precisa saber é nosso G.'.A.'.D.'.U.'. (deus). Não o vizinho ou ficar falando as pessoas as suas boas ações. Procure uma loja e entre de coração não de curiosidade. T.F.A.

    ResponderExcluir
  12. Eu não sou maçom, mas posso usar ∴?

    ResponderExcluir
  13. Olá! Tenho 14 anos de idade e quero saber se posso ingressar na Maçonaria e se eu puder eu preciso seguir alguma religião?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro anónimo só pode aceder à Maçonaria quando é maior de idade e na Federação Brasileira da Ordem Maçónica Mista Internacional "Le Droit Humain" - O Direito Humano (link para: http://www.droithumain-brasil.org/como-ser-um-macom-do-le-droit-humain/ ) que aceita nas suas colunas homens e mulheres não precisa de ser crente em nenhuma religião. Saudações .'.Sandro Pires.'.

      Excluir